Rio de janeiro 21 2323-2424 - 21 3514-4800
 
Um Investimentos

Opções

Produtos

Um Investimentos
Opções

O que é?

A opção é um direito de compra ou de venda que deriva de um ativo e é negociado em formato de títulos no mercado. Existem dois tipos de opções no mercado: Opção de Compra (Call) e Opção de Venda (Put).

Os ativos-objetos mais lançados no mercado são: ações, índices, moedas estrangeiras, commodities e contratos futuros.

Resumo do investimento

  • Liquidação feita em 1 dia útil;
  • As opções permitem que o investidor alavanque sua posição.
  • Foi criada com o objetivo de proteger o ativo principal.
  • Favorece o especulador pelo alto grau de alavancagem.
  • Risco de perda total do patrimônio.

Comece a investir agora!

Simples, rápido e fácil. Abrir minha conta

Vantagens

  • Possibilidade de proteção (hedge) de sua carteira de ações;
  • Possibilidade de alavancar sua rentabilidade;
  • Alto nível de alavancagem para especulação.

+

MAIS INFORMAÇÕES

+

Negociação e Liquidação

Existem duas modalidades de negociação de opções. Na Bovespa, as opções de compra são do tipo americana e europeia e as opções de venda são do tipo europeia.

 

Tipo Americana - É o contrato de opção em que o titular pode exercer seu direito a qualquer momento, limitado à data de expiração do contrato.

 

Tipo Europeia - É aquela em que o titular poderá exercer seu direito somente na data do vencimento do contrato da opção.

Código:

O código de uma opção é formado pelo código da ação do ativo-objeto, seguida do mês de vencimento (representado por uma letra) e do número que indica a série da opção (ou o preço de exercício da opção).

 

Compra Venda Mês
A M Janeiro
B N Fevereiro
C O Março
D P Abril
E Q Maio
F R Junho
G S Julho
H T Agosto
I U Setembro
J V Outubro
K W Novembro
L X Dezembro
 

A opção vence toda 3ª segunda-feira de cada mês. As compras e vendas de opções são liquidadas em D+1, ou seja, um dia útil após a realização das operações.

+

Garantias

O investimento em opções não possui patrimônio garantido.
+

Riscos

Risco de Crédito:
É o risco associado ao não cumprimento pelo tomador ou contraparte, de suas obrigações financeiras.

Risco de Liquidez:
É quando o cliente não possui recursos financeiros suficientes em uma data prevista para honrar seus compromissos.

Risco de Mercado:
É o risco associado à possibilidade de perda por oscilação nos preços de ativos diante das condições de mercado.

Risco Proveniente do uso de Derivativos:
Derivativos são instrumentos financeiros cujas características estão vinculadas a outros títulos, ativos ou instrumentos que lhe servem de referência. Risco proveniente de operações realizadas nos mercados derivativos com a finalidade de proteção (hedge) ou alavancagem, que podem ser assim descritos:

Hedge: os derivativos são utilizados para reduzir exposições ao risco de determinado ativo/passivo ou mesmo de uma carteira. Nesse caso, o risco está associado a possíveis dificuldades de realização de uma proteção adequada, uma vez que nem sempre as alternativas disponíveis no mercado possuem exatamente as características da exposição que se deseja proteger, como por exemplo: prazo, indexador e outros motivos que causem o descasamento dos preços.

Alavancagem:
Operações com derivativos permitem que seja assumida uma exposição financeira maior que o investimento realizado ou patrimônio líquido em carteira, sendo assim, as oscilações do mercado podem resultar em perdas maiores que o investimento realizado pelo cliente.

+

Permanência

A permanência na operação dependerá da estratégia adotada pelo investidor e as condições de mercado.
+

Desempenho Esperado

O mercado de ações e valores mobiliários em geral, assim como os mercados futuros e de opções, não oferece ao investidor rentabilidade garantida.
+

Custos Operacionais

Custódia e corretagem.

Veja os preços em custos operacionais.

+

Tributação

Nos mercados de opções, o ganho líquido será constituído:

  1. Nas operações tendo por objeto a negociação da opção, pelo resultado positivo apurado no encerramento de opções da mesma série.
  2. Nas operações de exercício da opção:
  • Comprador: no caso do titular de opção de compra, pela diferença positiva entre o valor da venda à vista do ativo na data do exercício da opção e o preço de exercício da opção, acrescido do valor do prêmio.
  • Vendedor: no caso do lançador de opção de compra, pela diferença positiva entre o preço de exercício da opção, acrescido do valor do prêmio, e o custo de aquisição do ativo objeto do exercício da opção.

 

Observações:

 *   Não ocorrendo venda à vista do ativo na data do exercício da opção, o ativo terá como custo de aquisição o preço de exercício da opção, acrescido do valor do prêmio, na hipótese prevista no item "a";

 *   Para efeito de apuração do ganho líquido, o custo de aquisição dos ativos negociados nos mercados de opções, bem como os valores recebidos pelo lançador da opção será calculado pela média ponderada dos valores unitários pagos ou recebidos;

 *   Não havendo encerramento ou exercício da opção, o valor do prêmio constituirá ganho para o lançador e perda para o titular na data do vencimento da opção;

 *   Para operações de Day Trade com Opções, o IR é retido na fonte com alíquota de 1% sobre o ganho apurado, o restante (19%) deverá ser pago pelo cliente no mês subsequente à operação. Nas demais operações, a alíquota do IR é de 15% sobre o ganho apurado que deverá ser recolhido por meio do carnê leão. Nas vendas acima de R$ 20.000,00 no mês haverá a incidência na fonte de 0,005%. Nas vendas abaixo de R$ 20.000,00 no mês, o cliente ficará isento do pagamento de IR.

+

Conflito de Interesse

 

É uma ação ou participação que pode ser direta ou indireta de qualquer profissional ligado à Instituição em situação que:

  • Propicie benefícios próprios e exclusivos;
  • Cause influência ou prejudique a condução das tarefas profissionais;
  • Possa causar prejuízos à reputação profissional ou à imagem da Instituição;
  • Desvie oportunidades de negócios da Instituição;
  • Gere concorrência com a Instituição em quaisquer atividades de negócios.

Qualquer situação que caracterize ou que possa vir a acarretar situações de conflitos de interesse deve ser avaliada com cuidado. Faz-se necessário que na avaliação antecipada sejam verificados aspectos com relação à recepção, intenção, impacto e objetividade da situação ou informação recebida ou fornecida.

 

Contato


ondeEstamos2_AtendimentoOnline.jpg
Ainda tem dúvidas em como Investir? Entre em contato agora mesmo, tire suas dúvidas e comece a investir!