Rio de janeiro 21 2323-2424 - 21 3514-4800
 
Um Investimentos

IShare (ETFs)

Produtos

Um Investimentos
IShare (ETFs)

O que é?

Se você quer ampliar sua carteira, o IShare é a melhor solução, as cotas são fáceis de serem adquiridas, oferecem liquidez diária e são negociáveis em Bolsa. e pode subir.

Resumo do investimento

  • Ao comprar uma cota de um fundo de índice IShares no mercado secundário, o investidor terá imediatamente o benefício da diversificação, relacionado à composição do índice. Assim como os fundos indexados, os Fundos de Índice oferecem as vantagens da diversificação, acompanhamento de mercado e taxas de administração competitivas.


Comece a investir agora!

Simples, rápido e fácil. Abrir minha conta

Vantagens

  • Assim como as ações, as cotas de Fundos de Índice iShares são fáceis de serem adquiridas, oferecem liquidez diária e são negociáveis em Bolsa.

  • Possibilidade de comprar papéis de várias empresas de uma única vez

  • Possibilidade de diversificação de seus investimentos


+

MAIS INFORMAÇÕES

+

Negociação e Liquidação

As cotas dos Fundos de Índice iShares permitem a mesma flexibilidade de negociação das ações, e podem ser negociadas a qualquer momento durante o horário normal de um dia de pregão por intermédio da Um Investimentos, seja diretamente ou via home broker. Todas as estratégias de negociação associadas a ações, como ordens a mercado, ordens limitadas, ordens stop, etc. são permitidas.

 

O investimento mínimo para adquirir cotas de um Fundo de Índice iShares no mercado secundário corresponde ao lote padrão de negociação na BM&FBOVESPA, que corresponde a 10 (dez) cotas do fundo, multiplicado pelo preço da cota na Bolsa. Isso torna os Fundos de Índice iShares um investimento acessível a investidores de diferentes perfis

 

As cotas de Fundos de Índice iShares são liquidadas em três dias úteis (D+3), assim como todas as operações envolvendo a negociação de ações na BM&FBOVESPA.

Risco

Os investidores buscam rendimento, mas também precisam balancear o rendimento com fatores de risco. Ao comprar cotas de Fundos de Índice, o investidor diversifica suas posições de risco nos vários ativos que compõem a carteira, evitando assim o risco específico de investir em apenas uma ação. Isto pode lhe proporcionar o benefício de retornos menos voláteis, em média, quando comparados a investimentos em ações individuais.

 

Investidores que necessitem de proteção ("hedge") para posições de sua carteira eventualmente podem obtê-la ao alugarem as cotas de Fundos de Índice iShares e as venderem no mercado. Este tipo de operação também envolve riscos ao investidor. Uma descrição detalhada dos riscos de cada fundo pode ser encontrada em sua respectiva página nesta seção.

 

Os Fundos de Índice iShares têm o risco de mercado correspondente ao setor ou ao segmento de mercado coberto pelo índice de referência. Assim, se o índice de referência representar, por exemplo, as ações do segmento "small cap", o Fundo de Índice iShares terá o risco de oscilações de preços das ações deste segmento. Existe também o risco de descolamento (erro de aderência), ou seja, o risco de o fundo apresentar um desempenho distinto do índice de referência, uma vez que:

 

(i) a carteira do fundo possui ativos e passivos que não existem no índice ? como caixa, dividendos a receber e despesas devidas mas não pagas;

 

(ii) a carteira do fundo pode possuir os mesmos ativos do índice em proporção diversa deste (otimização da carteira). Os Fundos de Índice iShares adotam técnicas de otimização da carteira, visando reduzir custos administrativos, facilitar o processo de integralização e resgate de cotas no mercado primário e minimizar a participação de ações de baixa liquidez ou elevados spreads de compra e venda, mas ainda assim buscam proporcionar ao investidor retornos de investimento que correspondam, de forma geral, à performance, antes de taxas e despesas, do índice de referência;

 

(iii) a gestora pode negociar os ativos integrantes da carteira a preços distintos do preço de fechamento do dia, critério este utilizado pela BM&FBOVESPA para precificar os ativos do índice; e

 

(iv) nos períodos de rebalanceamento do índice, a gestora compra e vende ações que respectivamente tiveram sua participação aumentada e diminuída no índice, mas os preços negociados não coincidem com as cotações de fechamento do dia de rebalanceamento.

 

É importante ressaltar que, ao investir em Fundos de Índice iShares, o investidor poderá com relação à parcela de no máximo 5% (cinco por cento) do patrimônio líquido do fundo, incorrer em risco de crédito dos emissores de títulos e valores mobiliários integrantes da carteira do fundo. O fundo tampouco utiliza alavancagem de suas posições em mercado.

+

Garantias

As ações adquiridas ficam custodiadas na Bolsa, porém não há garantia caso o cliente tenha prejuízo ao realizar uma operação.
+

Risco

Os investidores buscam rendimento, mas também precisam balancear o rendimento com fatores de risco. Ao comprar cotas de Fundos de Índice, o investidor diversifica suas posições de risco nos vários ativos que compõem a carteira, evitando assim o risco específico de investir em apenas uma ação. Isto pode lhe proporcionar o benefício de retornos menos voláteis, em média, quando comparados a investimentos em ações individuais.

Investidores que necessitem de proteção ("hedge") para posições de sua carteira eventualmente podem obtê-la ao alugarem as cotas de Fundos de Índice iShares e as venderem no mercado. Este tipo de operação também envolve riscos ao investidor. Uma descrição detalhada dos riscos de cada fundo pode ser encontrada em sua respectiva página nesta seção.

Os Fundos de Índice iShares têm o risco de mercado correspondente ao setor ou ao segmento de mercado coberto pelo índice de referência. Assim, se o índice de referência representar, por exemplo, as ações do segmento "small cap", o Fundo de Índice iShares terá o risco de oscilações de preços das ações deste segmento. Existe também o risco de descolamento (erro de aderência), ou seja, o risco de o fundo apresentar um desempenho distinto do índice de referência, uma vez que:

(i) a carteira do fundo possui ativos e passivos que não existem no índice ? como caixa, dividendos a receber e despesas devidas mas não pagas;

(ii) a carteira do fundo pode possuir os mesmos ativos do índice em proporção diversa deste (otimização da carteira). Os Fundos de Índice iShares adotam técnicas de otimização da carteira, visando reduzir custos administrativos, facilitar o processo de integralização e resgate de cotas no mercado primário e minimizar a participação de ações de baixa liquidez ou elevados spreads de compra e venda, mas ainda assim buscam proporcionar ao investidor retornos de investimento que correspondam, de forma geral, à performance, antes de taxas e despesas, do índice de referência;

(iii) a gestora pode negociar os ativos integrantes da carteira a preços distintos do preço de fechamento do dia, critério este utilizado pela BM&FBOVESPA; para precificar os ativos do índice; e

(iv) nos períodos de rebalanceamento do índice, a gestora compra e vende ações que respectivamente tiveram sua participação aumentada e diminuída no índice, mas os preços negociados não coincidem com as cotações de fechamento do dia de rebalanceamento.

É importante ressaltar que, ao investir em Fundos de Índice iShares, o investidor poderá com relação à parcela de no máximo 5% (cinco por cento) do patrimônio líquido do fundo, incorrer em risco de crédito dos emissores de títulos e valores mobiliários integrantes da carteira do fundo. O fundo tampouco utiliza alavancagem de suas posições em mercado.
+

Permanência

Não existe uma duração específica, pois tudo depende da estratégia e do perfil do cliente. Portanto, ele fazer day-trade, swing-trade, carregar posições, etc.
+

Desempenho Esperado

ETF’s são fundos passivos, ou seja, tem como objetivo seguir o índice de mercado. Os eventos que podem afetar o desempenho são perspectivas de mercado, notícias locais ou do mercado internacional, se negativas, podem afetar o desempenho das ETF’s.
+

Custos

O custo será o preço de negociação obtido na bolsa de valores, acrescido dos emolumentos da BM&FBOVESPA; e da taxa de corretagem praticada por sua corretora. As despesas de taxa de administração, assim como eventuais receitas provenientes de empréstimos de ações integrantes da carteira, estão incorporadas nas cotas do fundo.
+

Tributação

A carteira do Fundo de Índice iShares é isenta de tributação sobre movimentações, recebimento de dividendos e outros direitos. A legislação determina a tributação somente sobre o cotista do fundo, sendo fatos geradores as negociações de cotas do fundo no mercado secundário e, no mercado primário, a integralização de cotas em ações e o resgate de cotas em ações.

 

Como determinado no regulamento, no mínimo 95% (noventa e cinco por cento) da carteira do fundo será composta por ações do índice. A tributação de imposto de renda segue a regra dos fundos de renda variável, ou seja, não há antecipação de imposto ("come-cotas" semestral), mas tributação dos cotistas no momento da alienação das cotas à alíquota de 15% (quinze por cento) sobre o ganho de capital ? calculado pela diferença entre o valor da alienação e o custo de aquisição das cotas.

 

Mercado Secundário: A tributação de Imposto de Renda ocorre da mesma forma que nas alienações de ações na BM&FBOVESPA. Se um investidor residente adquiriu e alienou as cotas do Fundo de Índice iShares na bolsas de valores, deverá calcular o ganho de capital auferido e recolher o imposto de renda de 15% (quinze por cento) sobre este ganho. Esta tributação não se aplica a instituições financeiras e outros investidores isentos de tributação sobre ganhos de renda variável negociados em Bolsa. Aplica-se ainda o imposto de renda na fonte, à alíquota de 0,005% (zero vírgula zero zero cinco por cento), na venda em bolsa de valores das cotas de Fundos de Índice iShares. Este imposto é compensável no recolhimento acima.

 

Mercado Primário: Na integralização de uma cesta de ativos em troca de cotas do Fundo de Índice iShares, a legislação de impostos de renda considera este fato uma alienação dos ativos por parte do investidor. Assim, caso o investidor obtenha ganho de capital nesta operação ? considerando o valor das ações alienadas ao fundo versus seu custo de aquisição ? ele deverá recolher o imposto de renda à alíquota de 15% (quinze por cento). Caso tenha adquirido as ações da cesta no mesmo dia da integralização não haverá ganho de capital, nem imposto de renda a recolher. Esta tributação não se aplica a instituições financeiras e outros investidores isentos de tributação sobre ganhos de renda variável negociados em Bolsa.

 

No resgate de cotas do fundo em troca da cesta de ativos, a administradora do fundo deverá reter na fonte o imposto de renda à alíquota de 15% (quinze por cento) sobre o ganho de capital - calculado pela diferença entre valor da cota de resgate e custo de aquisição. Investidores tributáveis sujeitos à tributação do imposto de renda precisam, nesta situação, apresentar ao agente autorizado cópia da nota de corretagem da aquisição das cotas de Fundo de Índice iShares ou cópia da confirmação de integralização de cotas do Fundo de Índice iShares até o primeiro dia útil seguinte à ordem de resgate, para fins de apuração do ganho de capital. Esta tributação não se aplica a instituições financeiras e outros investidores isentos de tributação sobre ganhos de renda variável negociados em Bolsa.

+

Conflito de Interesse

A Corretora define como conflito de interesses uma ação ou participação que pode ser direta ou indireta de qualquer profissional ligado à Instituição em situação que:

 

  • Propicie benefícios próprios e exclusivos;
  • Cause influência ou prejudique a condução das tarefas profissionais;
  • Possa causar prejuízos à reputação profissional ou à imagem da Instituição;
  • Desvie oportunidades de negócios da Instituição; e
  • Gere concorrência com a Instituição em quaisquer atividades de negócios.

Qualquer situação que caracterize ou que possa vir a acarretar situações de conflitos de interesse deve ser avaliada com cuidado.

Faz-se necessário que na avaliação antecipada sejam verificados aspectos com relação à recepção, intenção, impacto e objetividade da situação ou informação recebida ou fornecida.

Contato


ondeEstamos2_AtendimentoOnline.jpg
Ainda tem dúvidas em como Investir? Entre em contato agora mesmo, tire suas dúvidas e comece a investir!